terça-feira, 18 de março de 2014

EM FAMÍLIA

A nossa amiga Mi Pivetta iniciou uma tradição
de filha para mãe:
 
 

 Nossa, Mi Pivetta, que bacana!!! Que alegria saber que sua mamãe não só está melhor de saúde como agora ela também é uma moradora da Pensão da Adria!
Muito grato pela lembrança, muito mesmo! Mande mil abraços apertados para ela e pra vocês também Mi e Marcelo Pivetta!!!! Nos vemos em Titânia!
 

segunda-feira, 17 de março de 2014

RESENHA DE "A DAMA DA MONTANHA" do BLOG LIVROMANÍACA


___________RESENHA___________
por Tielle
"Nesse terceiro volume acompanhamos os bravos guerreiros, intitulados de Os Dragões de Titânia procurando por respostas quanto as armas mágicas. Mas eles não conseguem se concentrar em apenas essa missão, já que há muito trabalho para esses heróis, principalmente agora que são famosos por seus feitos anteriores.

Mesmo que todos queiram ir à procura da Dama da Montanha - que foi uma pista dada por uma misteriosa rainha - eles possuem seus próprios problemas, principalmente do lado pessoal. Como vivem batalhando algumas áreas de sua vida ficam meio esquecidas. Mas o querido mago Khosta não deixa que seus companheiros se esqueçam das armas e vive obcecado por mais informações.

Com isso o grupo acaba se dividindo um pouco, cada um fazendo as escolhas que acreditem serem certas... Será que isso pode fazer com que a separação seja definitiva? Além dessa missão de descoberta eles também irão precisar salvar o mundo das garras do Velho da Torre, e partem para Leemyar onde o Barão Ricardus I (um dos lacaios do Castelian) da sinais de ter se instalado.

Como em todos os livros da série, o autor consegue desenvolver os personagens de forma majestosa, dando uma humanidade a mais e fazendo com que pareçam totalmente reais. Todos cometem erros e precisam fazer escolhas, às vezes essas não são bem recebidas nem as corretas... mas é isso que nos faz humanos. (viu como vejo os personagens como se fossem reais...rs)

Estou adorando o rumo que a história está tomando e cada vez mais me apaixono pelos personagens, além da narrativa ser bem viciante e as páginas voam nas mãos do leitor. O autor também faz referências bem modernas no meio da narrativa e com certeza isso faz com que a leitura fique mais divertida. Como exemplo tem uma música, cantada pelos bardos da época sobre os feitos dos nosso heróis e que segue o ritmo de outra música bem conhecida dos brasileiros:
"Não tinha medo o tal Telus de Argos
Era o que dizia o povo que morava la na ilha.
Deixou pra trás todo o marasmo de um sitio
Só pra banir um tirano e toda a sua quadrilha."
Aguardando o lançamento do quarto volume para saber o que aguarda os Dragões de Titânia. Série super recomendada."